sábado, 23 de julho de 2016

O fim da revista Sexy que conhecemos

Após um mês de molho aqui estamos mais uma vez para falar da Sexy. Depois da histórica edição de junho estrelada pela musa do funk Renata Frisson, vimos um novo horizonte para revista, e de início o choque não nos agradou em nada, mas depois de um certo tempo finalmente entendemos o que está acontecendo.
Como sempre nada que veio da Sexy é divulgado com muita clareza, no post da edição de junho já havíamos falado brevemente sobre o assunto por causa da carta de despedida de Fel Mendes, porém queríamos mais notícias e o veredito da atual situação da revista que em tese está falindo. Em alguns sites já havia sido divulgado que a publicação sofreria uma forte mudança a partir de julho, com o objetivo de cortar custos, Henrique Rossi informa que a revista decidiu abandonar a produção das matérias e publicará apenas material patrocinado em futuras edições, que o foco da revista seriam as fotos das modelos que estariam nas edições e no Sexyclube. O preço em banca também foi reduzido para R$11,90.
E essa transição como foi? Desastrosa é claro! Em nosso grupo do Facebook tivemos relato de um dos membros que era assinante da revista informando que sua assinatura seria transferida apenas para o material digital, sem muitos detalhes sobre período, valores e cancelamento. Na divulgação da estrela de julho tivemos outro problema, nos apresentaram a Miss Bumbum Espanha, mas não informaram seu nome ou qualquer outro detalhe.
A redução de custos também atingiu a equipe da Sexy, pudemos perceber que a utilização das redes sociais mudou drasticamente, servindo agora na maioria do tempo para divulgar o acervo do Sexyclube aleatoriamente, na divulgação da capa vimos que a Miss Bumbum Espanha é na verdade Cláudia Pires, e pior, que sua edição já estava pronta a algum tempo e seria um especial do mês de março, mas só após um período de tempo que foram divulgar a capa correta, porém o estrago já estava feito e ficou claro o erro nas redes sociais e Sexyclube. Pesquisando por Cláudia Pires, podemos ver que ela foi uma das participantes da edição passada do concurso Miss Bumbum Brasil e as fotos que seriam publicadas na Sexy já haviam sido utilizadas para sua divulgação no concurso, ou seja, já era um ensaio pronto assim como no caso de Jú Isen que também saiu no especial.
Não sabemos o que esperar do futuro da publicação, mas no momento podemos perceber que a Sexy servirá principalmente para divulgar as meninas assessoradas por Cacau Oliver, e a confirmação foi feita pelo site “O Fuxico” e por futuras capas que divulgaremos em outro post aqui no blog. Não é de hoje que Cacau Oliver dá as caras na Sexy, na verdade essa parceria vem de vários anos e rendeu excelentes ensaios e capas, principalmente após a realização do concurso Miss Bumbum Brasil, mas sua história com a publicação vem antes disso e agora parece que ele assume de vez a organização dos ensaios.
Torcemos para que essa fase de crise que vivemos passe o mais rápido possível e tudo volte a melhorar, que esse novo formato se encontre e faça algum sucesso para que a revista não tenha seu nome que já foi destaque várias vezes, seja simplesmente apagado, que produzam o material digital olhando para outros excelentes sites do gênero como o Bella da Semana, Gata Pop, Diamondbrz e usem como exemplo para fazer ainda mais bonito com a qualidade que sempre prezamos na Sexy.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...