quinta-feira, 1 de abril de 2010

Grata surpresa

Domingo a noite, alternava entre os, entediantes, canais quando me deparei com Paulo Cabral no Troféu Imprensa. Ele estava sumido há quase um ano e em boa hora apareceu no júri de Sílvio Santos representando a revista Contigo! . Deve ter sido um pouco chato pra eles ter que escolher entre três novelas medíocres, né? Além disso, disperdiçou voto no pasteurizado Luciano Huck como melhor apresentador e não deve ter acreditado nos votos de melhor música pelos internautas:"xonou, xonou", do Calypso (hehehe).
Sem titubear, elejo PC como o melhor diretor da Sexy dos últimos anos pela sua educação, por sua competência, em época de vacas magras, da revista, ao fechar com mulheres que estavam na mídia (Andréia Schwartz, Carol Miranda, Boing Boing, Moranguinho...), inesquecíveis descobertas (Gêmeas Japonesas, Sereias, Ana Saad...), os festejados retornos (Paniquetes, Viviane Araújo, Sandy Capetinha...), as produções internacionais caprichadas (Ellaine Alves e Dany Cavalieri) e poucos erros (Luana Bona, Mulher Jaca e Mochileiras) entre 2008 e 2009. Há tempos, não via a revista noticiada, comentada por suas capas e prestigiada em suas festas.

Como ele não deve acompanhar mais a revista, nem imagina o quanto foi meia boca a sequência de capas no final do ano passado e como os ensaios voltaram a ser miguelados e caretas. Na sua carta de despedida, disse que um dia voltaria a trabalhar em SEXY. Espero que seja uma profecia e realize-se o mais rápido possível (e de quebra, trazer o Edgard Reymann novamente)!
tá fazendo falta...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...